3 razões para não deixar de lado o tratamento das varizes

  • Artigo publicado em: 17 agosto, 2018
  • Categorias:

Por Claudio Jacobovicz

Se você é um dos muitos brasileiros que pensam que varizes dos membros inferiores, ou mesmo as teleangectasias (varicoses), são apenas problemas estéticos e não requerem tratamento, está na hora de desconstruir este pensamento.

Existem diversos riscos à saúde se você deixar as varizes ou varicoses sem o devido tratamento. Antigamente, só se cogitava intervenção cirúrgica; hoje em dia existem várias opções de tratamento, eventualmente mais conservadores.

Portanto, não deixe o medo do tratamento causar algumas destas situações:

 

Úlceras de perna:

Quando não tratadas, as varizes podem dificultar a circulação sanguínea. Levando a um edema, prurido, inflamação da pele, alteração da coloração e, até mesmo, úlceras muito dolorosas. Estas podem ser muito difíceis de cicatrizar, até que um tratamento para restaurar o fluxo venoso seja utilizado.

 

Coágulos sanguíneos:

Veias varicosas não tratadas e, também, o refluxo venoso, podem levar à formação de coágulos sanguíneos que se formam nas veias logo abaixo da superfície da pele, causando vermelhidão, edema e dor. Esta situação é chamada de tromboflebite superficial.

 

O coágulo sanguíneo que se forma nas veias profundas é denominado de trombose venosa profunda. Estes coágulos podem ser marcados por muitos sintomas, incluindo os da tromboflebite superficial, mas também, podem ser assintomáticos. Porém, se um coágulo destes se solta, pode ir até os pulmões e determinar uma condição potencialmente fatal, a temida embolia pulmonar.

 

Pacientes com doença venosa necessitam estar particularmente precavidos para longas viagens, aéreas ou rodoviárias.

 

Sangramento:

Com o passar do tempo, as varizes podem causar lesões na pele, que ficam mais frágeis e delgadas. Isto faz com que esta fique mais suscetível a lesões, podendo ocorrer uma perda sanguínea significativa nestas situações.

 

Se você tem varizes dos membros inferiores, mesmo em situação leve, consulte um especialista da sua confiança. Quanto mais precoce o tratamento, mais rápido, menos invasivo e mais tranquilo ele será.

 

Continua com dúvidas sobre o tratamento de varizes? Entre em contato com a gente!